ANTIBIÓTICO: RECUPERE O INTESTINO APÓS USO

O uso dos antibiótico às vezes é inevitável, sendo ele essencial para assegurar a nossa saúde. Há problemas de infecção, por exemplo, muito sérios que se não fossem pelos mesmos provavelmente colocariam em risco a nossa boa disposição.

Entretanto, é igualmente adequado alertar que ele muitas vezes apresenta impactos negativos para o nosso organismo. É necessário estar sempre atento para possíveis sintomas decorrentes de seu uso.

Desse modo, é importante que os mesmos sejam tomados de forma consciente. Sempre sob a orientação médica e somente quando for realmente necessário.

Nesse artigo, trataremos, portanto, de seus efeitos no trato gastrointestinal e como recuperar o intestino após o uso de antibiótico. Confira!

PROBIÓTICO PÓS-ANTIBIÓTICO

Você sabia que após o uso de antibióticos é recomendado tomar um probiótico? Se sim, você sabe igualmente o porquê disso?

Pois bem, acontece que estes remédios ao mesmo tempo em que atacam as bactérias ruins (bactérias patogênicas) do nosso corpo afetam também as bactérias boas (bactérias probióticas).

Por sua vez, este último grupo é responsável por realizar diversas tarefas. Entre elas, garantir o bom funcionamento de nosso sistema imunológico, evitando o surgimento de certos tipos de doença.

Logo, a ação dos antibióticos se não for bem tratada pode apresentar em longo prazo mais um risco ao nosso bem-estar, deixando o nosso corpo vulnerável à ação de outros invasores.

antibiótico

Contudo, existem aqui alguns cuidados que podem ser tomados. Entre eles, destacamos primeiramente o consumo dos probióticos após o uso de antibióticos para equilibrar esses efeitos.

Leia também: USOU ANTIBIÓTICOS? CONSOME PROBIÓTICOS!

Nesse sentido, uma possibilidade é buscar uma suplementação, disponível em farmácias. As suplementações podem ser encontradas em formatos variados como capsulas, líquidos ou sachês, dependendo somente da sua preferência.

Evidentemente, recomenda-se entrar em contato com o seu médico para que ele indique qual é a sua real necessidade nesse sentido e faça o devido acompanhamento.

Além disso, algo que se deve levar sempre em consideração é a alimentação. A mesma está diretamente associada com a diversidade da microbiota, o que é fundamental para mantê-la saudável.

O que nos leva ao nosso segundo passo!

CUIDAR DA ALIMENTAÇÃO

Assim, cuidar da alimentação nesse primeiro momento é outro movimento igualmente importante a ser realizado. Sobretudo, para garantir que a flora intestinal seja devidamente reequilibrada.

antibiótico

Separamos dois passos a serem dados nesse sentido:

  • Evitar alimentos pró-inflamatórios de 2 a 4 semanas após tomar o antibiótico:

Relacionado a alimentação, a primeira dica é evitar alimentos pró-inflamatórios de 2 a 4 semanas após tomar o antibiótico. Ou seja, aqueles que aumentam a inflamação do nosso corpo e retardam o processo de regeneração.

Aqui, destacamos especialmente os açúcares, alimentos com alto teor de gordura trans, óleos vegetais, como milho e soja, por exemplo, entre outros.

  • Ingerir alimentos ricos em prebióticos e probióticos:

O segundo passo, portanto, é ingerir alimentos ricos em prebióticos e probióticos, que têm como função comum garantir o melhor funcionamento da microbiota intestinal.

Assim, os prebióticos são aqueles resistentes à ação das enzimas, designando alimentos que não são digeríveis e que estimulam o trabalho e o crescimento de determinadas bactérias encontradas no nosso intestino.

Em geral, o seu consumo é recomendado, pois os mesmos ajudam na manutenção desse ecossistema e evitam problemas como a diarreia, por exemplo.

Por sua vez, os alimentos probióticos são aqueles que possuem microrganismos vivos que fazem bem para aqueles que o consomem.

Como exemplos desses grupos, podemos citar bananas, tubérculos (batata-doce, beterraba, nabo…), iogurtes, Kefir etc.

Atualmente, o Kefir tem ganhado inúmeros adeptos, podendo ser tomado no dia a dia e não apenas nessas ocasiões. Vale a pena conferir!

Assim, cabe reiterar que os antibióticos não são “vilões”. Em algumas situações vamos precisar usá-los. Que façamos de forma mais consciente. Devem ser tomados seguindo os cuidados necessários, acompanhado do consumo de probióticos e repouso.

VISITE NOSSO SITE E CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS!

6 comentários em “ANTIBIÓTICO: RECUPERE O INTESTINO APÓS USO”

  1. Tomei o azitromicina e fiquei quase dois meses com diarreia e até hoje Sinto algumas mudanças no meu organismo
    Como algumas dores na barriga e no peito

    • Bom dia, Rodrigo! Apesar de em algumas situações ser extremamente necessário o uso de antibióticos, eles causam muitos efeitos colaterais. Tente reequilibrar sua alimentação com fibras e se possível comece a ingerir Kefir. Grande abraço!

  2. Boa noite a todos,

    Fiz um tratamento pesado à base de claritromicina, amoxicilina e metronidazol para combater uma gastrite causada pela bactéria h.pylori. Terminei há pouco mais de um mês e ainda sofro com dores abdominais, como as do Rodrigo. As fezes também não voltaram à normalidade, a realidade é que os efeitos do tratamento parecem ser piores que os da gastrite em si. Além das fibras e do Kefir, há alguma outra sugestão? Tomei probiótico ao longo do tratamento e senti alguma melhora, mas o médico desaconselhou uma segunda dose. Obrigado desde já!

    • Bom dia, Ivo! Estudos já comprovam que o uso simultâneo de antibióticos e probióticos, acaba por enfraquecer o efeito do antibiótico no organismo. O que está sedo preconizado, ATUALMENTE,é o uso dos probióticos se caso houver algum efeito colateral durante o uso dos antibióticos (diarreia, por exemplo), ou ainda, DEPOIS de terminar o ciclo de tratamento, justamente para reequilibrar a microbiota intestinal. Além disso, aumentar a ingestão de fibras é de suma importância. Tente procurar uma segunda opinião médica, ou leve esta informação para seu médico, quem sabe ele não mude de ideia. Forte abraço!

Deixe um comentário