CHUCRUTE – CONSERVA DE REPOLHO FERMENTADO

Você conhece o chucrute?

Que tal conhecermos um pouco sobre este alimento benéfico bem como conferir uma receita?

Então vamos nessa!

FERMENTAÇÃO NATURAL DE ALIMENTOS

Como já relatamos em outros textos do nosso blog, os alimentos fermentados são as formas mais originais de conservação dos alimentos. Provavelmente o homem ao descobrir como as uvas fermentavam de maneira espontânea e davam origem a uma bebida tão saborosa quanto o vinho, tenha descoberto que outros alimentos poderiam ser consumidos dessa forma. Não só as uvas fermentam, mas outras frutas como as maçãs (cidras), o abacaxi, o caju (cajuína) são exemplos de como a fermentação potencializa o valor dos alimentos “in natura” (FONSECA, 2018).

Leia também: ALIMENTOS FERMENTADOS – BENEFÍCIOS

Assim também, alguns vegetais possuem esta mesma característica referente à fermentação natural. Como exemplo desses vegetais, nós temos o repolho.

O QUE É CHUCRUTE?

chucrute

Não, nesse caso não é o doutor Hans Chucrutes!

É um tipo de repolho fermentado que traz consigo vários benefícios à saúde.

No livro Pequeno Dicionário de Gastronomia, a Maria Lucia Gomensoro relata que muitos acreditem que o chucrute tenha origem alemã. Contudo, o repolho fatiado e fermentado em vinho de arroz era “a ração fornecida aos trabalhadores na construção da Grande Muralha da China”, no século 3 antes de Cristo.

Entretanto, mesmo historicamente tendo origem na China, o chucrute ganhou visibilidade na culinária alemã de onde vem o seu nome Sauerkraut (sauer=azedo; kraut=repolho).

O nome em português deriva do nome francês choucroute. O repolho azedo também é popular na vizinha França, sobretudo na região da Alsácia.

Assim como nas frutas, a fermentação que ocorre no repolho, faz o chucrute oferecer nutrição e benefícios muito além daqueles do repolho fresco.

Para os que preferem não comprar o chucrute pronto, que tal uma receita?

CHUCRUTE (CONSERVA DE REPOLHO FERMENTADO)

Tempo de fermentação: 4 a 5 semanas

INGREDIENTES

  • 2 Kg de repolho verde, picado em tiras finas;
  • 3 colheres de sopa de sal rosa;
  • 1 L de água.

MODO DE PREPARO

  1. Em uma tigela grande misture bem o repolho e o sal rosa. Em seguida, deixe descansar por 20 minutos;
  2. Coloque a mistura de repolho em um recipiente plástico ou em um pote de barro. Comprima a mistura o máximo que puder;
  3. Coloque uma pequena tampa ou prato dentro do recipiente. Logo depois, coloque um grande copo de água sobre o prato ou tampa para fazer peso a mistura;
  4. Coloque o recipiente em um lugar escuro e fresco por, pelo menos, 18 a 24h. No final do dia, o repolho terá liberado água até ficar totalmente coberto;
  5. Deixe descansar por mais 2 a 3 semanas;
  6. Transfira a mistura para um recipiente hermético e leve à geladeira.

É importante lembrar a importância de lavar bem todos os utensílios utilizados para o preparo, assim também o repolho.

Se desejar, você também pode variar usando repolho roxo e verde para obter um chucrute rosa. Além disso, você pode adicionar uma colher de sopa de bagas de zimbro e duas colheres de chá de semestes de cominho. Assim como você pode adicionar cenoura ralada para obter um chucrute com aparência de salada de repolho. Ou ainda, misturar maçãs para obter um chucrute doce.

Por fim, saiba que a receita acima foi retirada do livro Probióticos para Leigos, do Dr. Shekhar K. Challa. A mesma foi uma cortesia de Jaya Challa.

VISITE NOSSO SITE E CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS!

Deixe um comentário