DIARREIA: CONHEÇA ALGUNS TIPOS

Quem nunca teve uma diarreia que atire a primeira pedra.

Ela pode ser causada por alguns fatores. Sendo assim, vamos conhecer um pouco mais sobre estes fatores?

Vamos nessa!

CONSIDERANDO ALGUNS TIPOS DE DIARREIA

A diarreia infecciosa ou contagiosa (uma categoria que inclui a gastroenterite bacteriana ou viral) pode ser causada pelo seguinte:

  • Vírus (rotavírus em crianças; outros incluem o norovírus, adenovírus e astrovírus);
  • Bactérias (Campylobacter jejuni, Salmonella, Shigella, E. coli, C. difficile);
  • Toxinas de bactérias (toxinas  estafilocócicas);
  • Parasitas (Giardia lamblia, Entamoeba histolytica);
  • Vermes (tênia, lombriga, solitária; principalmente nos países em desenvolvimento).

Desde 2000, a vacina contra o rotavírus vem ajudando a diminuir o número de casos de diarreias infecciosas causadas pelo rotavírus.

Geralmente, os médicos tratam tais infecções sintomaticamente, com fluídos e , se um exame de fezes identificar a causa como bacteriana, o tratamento é feito com antibióticos apropriados.

Assim também, os estudos sobre o uso de probióticos em episódios de diarreia, vêm ganhando visibilidade.

Saiba mais: PROBIÓTICOS E DIARREIA – DANÇA DO TRONINHO

Contudo, é necessário fazer uso de antibióticos quando for realmente necessário, pois eles também podem ser um dos fatores para um episódio diarréico.

POR QUE OS ANTIBIÓTICOS CAUSAM DIARREIA?

diarreia

Neste caso, a diarreia acontece porque o medicamento elimina todas as bactérias presente no intestino, tanto as boas como as más, que devem sempre estar em equilíbrio para garantir o bom funcionamento intestinal. Normalmente a diarreia começa no segundo dia do uso dos antibióticos e cessa ao parar o medicamento. No entanto, pode demorar ainda cerca de 3 dias após cessar o medicamento para a recuperação intestinal.

A proliferação de uma bactéria má chamada Clostridium difficile (C. difficile) pode ocorrer ao tomar antibióticos como clindamicina, ampicilina bem como cefalosporinas, o que pode causar uma doença chamada colite pseudomembranosa.

DIARREIA POR C. difficile

É bem comum ter diarreia após a ingestão de antibióticos.

Os antibióticos tendem a diminuir ou “eliminar” as bactérias benéficas, permitindo que as bactérias nocivas, normalmente presentes em pequenas quantidades, proliferem. Uma dessas bactérias nocivas é a Clostridium difficile, comumente chamada de C. difficile.

diarreia

A diarreia por C. difficile também é conhecida como Colite pseudomembranosa, pelo modo como o cólon se apresenta durante a endoscopia. Inflamado e coberto com pseudomembranas, ou placas. Assim, a C. difficile causa colite pela produção de toxinas A e B no lúmen do cólon.

É um exemplo clássico do desequilíbrio bacteriano que põe em risco a saúde. Dessa maneira, a barreira epitelial é comprometida permitindo que as toxinas/bactérias entrem no organismo e baixem as defesas imunológicas.

GASTROENTERITE

Também conhecida como vírus estomacal, é uma inflamação severa do trato gastrointestinal. Causa náuseas, dor abdominal, vômito bem como diarreia. Pode ser transmitida pelo contato com alimentos ou água.

diarreia

As causas da gastroenterite podem ser virais, incluindo norovírus, rotavírus, adenovírus e astrovírus. Assim também, pode ser bacteriana, causada por Salmonella, Shigella, Campylobacteria, E. coli, Yersinia, Víbrio cholerae entre outros.

Ocasionalmente, parasitas como a Giárdia podem causar doenças.

O tratamento da gastroenterite tende a ser sintomático (trata-se os sintomas). É importante manter o doente com gastroenterite hidratado, pois se desidratam rapidamente.

Mais uma vez, é importante salientar, o uso de antibióticos deve ser realizado se a causa principal for determinada como bacteriana, por meio de exames de fezes.

DIARREIA DO VIAJANTE

Um dos aspectos menos agradáveis de visitar outros países é a diarreia do viajante (DV). Uma doença que, pesquisas estimam, atinge cerca de 10 milhões de americanos a cada ano. A DV é definida por três ou mais evacuações em um período de 24h, quando se viaja para fora do seu país de origem.

diarreia

Geralmente está associada a cólicas abdominais, flatulências e, ocasionalmente, náuseas.

A fonte da infecção é, normalmente, por ingestão de comida e/ou água contaminadas por fezes. Homens e mulheres adquirem DV na mesma proporção, porém as pessoas com mais alto risco são os adultos jovens e aqueles que estão:

  • Imunodeprimidos;
  • Têm síndrome do intestino irritável;
  • Tomam medicamentos ácido supressores;
  • São diabéticos.

O microrganismo mais comum causador da DV é o E. coli enterotoxigênica (E.coli). Outras bactérias e vírus podem também ser agentes causadores.

Frequentemente, a diarreia do viajante é autolimitante e se resolve em três ou quatro dias, porém aproximadamente 10 a 20 por cento dos casos podem levar uma semana. Ocasionalmente os pacientes necessitam de hospitalização, principalmente por desidratação.

PREVINA-SE!!!

Ao viajar procure beber água engarrafada e selada. Fique de olho em tudo que ingere e onde ingere, certifique-se se o local é adequado no quesito higiene.

Sobretudo, HIDRATE-SE!!!!

VISITE NOSSO SITE E CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS!

REFERÊNCIAS:

Probióticos para leigos – Dr. Shekhar K. Challa, 2014.

RecebaNovidades

Deixe um comentário