POR DENTRO DO MICROUNIVERSO PROBIÓTICO

MICROUNIVERSO PROBIÓTICO

Muitas pessoas em todo o mundo cultivam em casa o Kefir. Contudo, muitas delas não imaginam o que se passa dentro desse microuniverso probiótico. Podemos chamar esse universo de um microlaboratório onde os microrganismos que ali vivem constroem suas casas e vidas próprias.

Nesse microuniverso probiótico, ocorre a fermentação, transformações bioquímicas acontecem uma após outra, seja no leite, seja nos sucos de frutas. São numerosos microrganismos que participam desse processo, numa simbiose única e perfeita. Alguns deles são os mais potentes “microseres” da natureza. Ali dentro convivem em paz bactérias do ácido láctico, bactérias do ácido acético e leveduras diversas.

No caso do leite, o açúcar se cataboliza em ácido láctico. Essa transformação é feita principalmente pelas leveduras, transformando a lactose em ácido láctico, decompondo também as proteínas em aminoácidos  livres e facilmente digeríveis, aumentando os teores de vitamina B, ácido carbônico e produzindo um pouco de álcool. Quanto mais alto for o conteúdo de leveduras mais saudável, mais intenso e mais saboroso é o Kefir.

Leia também: MAS AFINAL, O QUE É PROBIÓTICO?

A INDÚSTRIA E O MICROUNIVERSO PROBIÓTICO

Na Alemanha a indústria láctea considera que o sabor intenso produzido pelas leveduras não é atrativo para os consumidores da Europa Central, por isso eles reduzem esse conteúdo de leveduras em seus produtos. Sendo assim eles apresentam um sabor menos acentuado de leveduras.

O Kefir original tem um sabor intenso e ligeiramente ácido ou até mesmo um toque amargo. A indústria tem dificuldades de produzir o Kefir tradicional porque o seu gás “incha” as embalagens, dando a impressão que o produto está estragado.

Contudo, frequentemente, você compra Kefir produzido de forma artesanal na Europa ou no Canadá, com as embalagens “inchadas” dessa forma, e as pessoas que o consomem já entendem do que se trata. Por isso, é comum que o Kefir seja entregue semanalmente nas tendas que comercializam esse tipo de Kefir.

Produzir um Kefir de forma tradicional foi um objetivo inicial da empresa BioLogicus, que desenvolveu uma garrafa que consegue “segurar” esse gás se for mantida dentro dos padrões de refrigeração aconselhados (entre zero e cinco graus). Sendo assim, usar garrafas de vidro, nesse caso, seria um perigo para o consumidor.

O Kefir tradicional conserva seu microuniverso em paz com todos os seus habitantes trabalhando intensamente e transformando as substâncias em novos componentes que, às vezes, podem explodir, como o gás carbônico. Já pensou isso ocorrendo numa garrafa de vidro? Iria parecer uma bomba terrorista!

Saiba que ao consumir Kefir vocês está dando a chance ao seu organismo de hospedar esse microuniverso probiótico. Esse microuniverso só trabalha para seu benefício.

Fique em paz com eles!

Como diria Fabio Ibrahim El Khoury: “Sempre que precisar de novas visões, respostas, perguntas e percepções, busque no microuniverso. É onde encontrará tudo, inclusive uma nova descoberta e um novo mundo.”

Quer saber mais sobre esse microuniverso probiótico?

VISITE NOSSO SITE E CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS!

 

 

Deixe um comentário