CANDIDÍASE DE REPETIÇÃO E PROBIÓTICOS

candidíase

A vagina é colonizada por Lactobacillus (cerca de 50%) e por outras espécies bacterianas e de leveduras como a Candida albicans. Em menor proporção, ela é habitada por Candida glabrata bem como Candida parapsilosis. Para que os Lactobacillus prevaleçam na microbiota, é necessário manter ácido o pH da região (entre 3,5 e 4,5).

FIBRAS – O QUE ELAS NOS APORTAM?

fibras

Apesar de se falar muito sobre as fibras hoje, elas já são conhecidas desde épocas remotas da História (1500 a.C), quando foram recomendadas no Papiro de Eberts uma dieta rica em frutas, dátiles, nozes, suco de acácia, etc, como tratamento de muitos problemas, especialmente gastrointestinais.

ANTIBIÓTICOS – COMO RECUPERAR A MICROBIOTA

antibióticos

Sabemos que a descoberta dos antibióticos trouxe para a humanidade a solução de vários problemas de saúde, inclusive evitando mortes prematuras. No entanto, o uso indiscriminado desses compostos provoca o aumento da resistência e a potencial disseminação de genes de resistência para bactérias patogênicas.

PREBIÓTICOS E PROBIÓTICOS – DUPLA IMPORTANTE

prebióticos e probióticos

Com o aumento na expectativa de vida da população, aliado ao crescimento exponencial dos custos médico-hospitalares, a sociedade necessita vencer novos desafios, a partir do desenvolvimento de novos conhecimentos científicos e de novas tecnologias que resultem em modificações importantes no estilo de vida das pessoas.

DOENÇA CELÍACA E PROBIÓTICOS

doença celíaca

Segundo Moraes e colaboradores, a doença celíaca (DC) é uma enteropatia crônica autoimune, ou seja, as próprias células de defesa imunológica agridem as células do organismo, causando um processo inflamatório, comum ao longo da vida, desencadeada pelo consumo de proteínas específicas por indivíduos geneticamente predispostos.

INTOLERÂNCIA À LACTOSE E PROBIÓTICOS

intolerância à lactose

Segundo o Ministério da Saúde, é a incapacidade de digerir a lactose (açúcar do leite). O problema é resultado da deficiência ou ausência de uma enzima intestinal chamada lactase. Assim sendo, esta enzima possibilita decompor o açúcar do leite em carboidratos mais simples, para a sua melhor absorção.