VINAGRE DE ABACAXI: QUAIS OS BENEFÍCIOS?

Que tal falar um pouco sobre os benefícios do vinagre de abacaxi?

Já que mostramos a receita, nada mais justo que explorar um pouco mais o universo do abacaxi, não é mesmo?

Então, vamos nessa!

VOCÊ SABE O QUE É BROMELINA?

Bromelina é uma enzima digestiva natural extraída de abacaxi.

Segundo o médico americano, Dr. Andrew Weil, a bromelina é muito eficaz no tratamento de contusões, entorses e distensões, reduzindo o inchaço, sensibilidade e dor.

Este potente efeito anti inflamatório também pode ajudar a aliviar os sintomas da artrite reumatoide e reduz o inchaço pós-operatório. Além disso, a bromelaína contida no abacaxi pode aliviar a indigestão.

O Brasil é um dos maiores produtores do abacaxi no mundo, porém importa a bromelina, pois a metodologia utilizada para a sua extração e purificação, a cromatografia, é propriedade industrial estrangeira.

Um estudo realizado pelo Instituto Federal de Rondônia expressou que 72,47 mg/mL se concentra na polpa do abacaxi, enquanto 98 mg/mL se encontra na casca da fruta.

Assim, conseguimos citar um dos benefícios do consumo do abacaxi.

Mas e o vinagre de abacaxi? Por que consumi-lo?

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO VINAGRE DE ABACAXI?

vinagre de abacaxi

Os alimentos fermentados são as formas mais originais de conservação dos alimentos. Provavelmente o homem ao descobrir como as uvas fermentavam de maneira espontânea e davam origem a uma bebida tão saborosa quanto o vinho, tenham descoberto que outros alimentos poderiam ser consumidos dessa forma.

Não só as uvas fermentam, mas outras frutas como as maçãs (cidras), o abacaxi, o caju (cajuína) são exemplos de como a fermentação potencializa o valor dos alimentos “in natura”.  

Leia também: ALIMENTOS FERMENTADOS – BENEFÍCIOS

Além de ter as mesmas virtudes do abacaxi in natura, o vinagre de abacaxi é riquíssimo em microrganismos do bem, provenientes da fermentação espontânea, que são excelentes para o aparelho digestivo.

O vinagre de abacaxi, assim como a fruta, é rico em bromelina, substância conhecida por sua ação anti-inflamatória e efeitos de promoção da digestão de proteínas.

Além disso, você pode usar este vinagre caseiro no lugar do comum, para temperar suas saladas.

Mas lembre-se!!!

É importante se certificar da higiene dos utensílios utilizados na hora do preparo do seu vinagre de abacaxi. A fim de evitar a contaminação por microrganismos indesejados que podem provocar desequilíbrios severos em nossa microbiota e levar a um quadro de doença.

VISITE NOSSO SITE E CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS!

REFERÊNCIAS:

Análise quantitativa de bromelina presente no fruto e insumos do abacaxi (Ananás Comosus), produzido no município de Ariquemes – RO – Brasil.

RecebaNovidades

4 comentários em “VINAGRE DE ABACAXI: QUAIS OS BENEFÍCIOS?”

    • Boa tarde, Tarcisio. Sem dúvida é possível pensar na fermentação do caju (cajuína). Ele é um exemplos de como a fermentação potencializa o valor dos alimentos “in natura”.

  1. No preparo do vinagre de abacaxi entendi que se retiram as cascas após uma semana coando-se, e para coar deve-se usar o quê? – peneiras de nailon ou de metal? – usar tecido? E qual a validade para consumo do vinagre de abacaxi? Deve-se armazenar na geladeira? Qual a quantidade para consumo diário recomendada, diabéticos podem fazer uso? Aguardo retorno, obrigada.

    • Bom dia, Cristiane. Você pode utilizar um saco de tule para coar, desde que este esteja bem higienizado, para evitar a proliferação de microrganismos indesejados. A validade para consumo é indeterminada, desde que você armazene corretamente em geladeira. O vinagre tem uma acidez significativa e isto é uma maneira de impedir o crescimento de microrganismos deteriorantes. Para consumir, você pode temperar suas saladas de maneira mais natural, usá-lo como usaria qualquer vinagre comercial. Qualquer alimento, tempero, bebida, entre outros, inserido na dieta de uma pessoa diabética, precisa ser comunicado aos profissionais de saúde que acompanham o caso. O Vinagre caseiro é considerado um tempero com baixo teor de açúcar, tendo em vista que durante a fermentação, os microrganismos do bem metabolizam o açúcar. Contudo, é sempre bom consultar um profissional da área de saúde que esteja a par de todo histórico da pessoa. Espero ter ajudado. Qualquer dúvida, estamos à disposição.

Deixe um comentário